Ir para o conteúdo principal

É profissional na saúde?

Acesse aqui

4 passos para viver bem e superar a deficiência de hormônio do crescimento (GH)

O tratamento adequado de adultos com a deficiência de hormônio do crescimento (GH) pode reverter os sintomas da doença.1

Mas, para viver com qualidade, há alguns passos que devem ser seguidos! Separamos 4 dicas valiosas para o período de tratamento da deficiência de GH. Vamos lá!

  1. Informe seu endocrinologista sobre todos os medicamentos que você toma

    Ele irá certificar-se de que todos os seus medicamentos funcionam juntos, tanto quanto possível. Depois que iniciar o tratamento, informe seu médico caso sinta-se diferente ou pior. Os sintomas podem ser um efeito colateral da medicação ou uma interação entre os medicamentos. Apenas o seu médico pode explicar sobre os riscos e benefícios da reposição de hormônio do crescimento e outros tratamentos que você possa precisar.1

  2. Tenha adesão ao tratamento prescrito

    O tratamento para deficiência de hormônio do crescimento pode durar muitos anos e, muitas vezes, a vida toda. Uma das coisas mais importantes que você pode fazer é continuar tomando sua dose prescrita de hormônio do crescimento e de quaisquer outros medicamentos que você toma, exatamente como for recomendado pelo médico.1

  3. Busque uma vida (principalmente uma dieta) saudável

    Muitas pessoas com deficiência de hormônio do crescimento com início na idade adulta têm um risco aumentado de doenças cardíacas e derrame cerebral, por conta do aumento na gordura corporal, no colesterol e problemas na circulação2. Uma vida saudável, uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos regulares para prevenir o excesso de peso são essenciais para reduzir esse risco.2 As pessoas com deficiência de hormônio do crescimento na fase adulta também apresentam maior risco de desenvolver osteoporose ou ossos frágeis e, portanto, têm maior risco de apresentar fraturas. Para diminuir esses riscos, pode ser útil ter uma dieta rica em cálcio e tomar quantidades adequadas de vitamina D, juntamente com quantidades moderadas de exercício com peso e treinamento de resistência.2

  4. Participe ativamente do tratamento!

    Lembre-se, você e seu médico devem ser parceiros no cuidado da sua saúde! Mantenha consultas regulares com o seu endocrinologista, faça perguntas e participe do seu tratamento para garantir uma melhor qualidade de vida.

Referências:

  1. Hormone Health. Patient Guide - Growth Hormone Deficiency in Adults. Disponível em http://www.hormone.org/patient-guides/2011/growth-hormone-deficiency-in-adults. Último acesso em 18/07/2017 às 11 horas.
  2. You and your hormones. Adult-onset growth hormone deficiency. Disponível em http://www.yourhormones.info/endocrine-conditions/adult-onset-growth-hormone-deficiency/. Último acesso em 18/07/2017 às 11 horas.